Observação de Baleias em Santa Catarina

A temporada de observação de baleias no estado de Santa Catarina vai de Julho a Novembro. É quando a baleia-franca-austral sai das águas da Antártida, onde passaram o verão, para acasalar, parir e amamentar seus jovens ao largo da costa sul neste estado do Brasil. Os avistamentos atingem seu pico entre a segunda metade de Agosto e a primeira metade de Outubro.

O litoral de Santa Catarina tem percorrido um caminho de preservação histórica da baleação. A carcaça da última baleia franca austral morta na área foi levada para as margens de Imbituba, em 1973.

Graças aos esforços de ambientalistas, a população da baleia franca austral foi crescendo constantemente. As antigas estações baleeiras na Praia do Porto, Imbituba, foi convertida em Museu da Baleia.

Mapa de Avistamento de Baleias

O projeto Baleia Franca, um instituto não-governamental dedicada ao estudo e preservação das baleias francas, desde 1982, tem um mapa de avistamento de baleias com registros de baleias avistadas no Sul do Brasil durante a temporada.

Mãe e filhotes são uma visão comum em Santa Catarina. As baleias se aproximam da costa – às vezes, a apenas 100 metros de distância. Os filhotes, que pesam entre 4 e 5 toneladas no nascimento, passam seus primeiros anos perto de suas mães. O monitoramento fotográfico de baleias na área de Santa Catarina permite aos cientistas identificar as baleias que retornam nas temporadas seguintes.

Recomendações para avistamento de Baleias:

Os avistamentos inesperados podem ocorrer a partir de barcos de recreio e os viajantes devem seguir os procedimentos recomendados de segurança.

Para garantir o sucesso da preservação da baleia franca na área de proteção ambiental, bem como a segurança humana, o Projeto Baleia Franca recomenda:

  1. Respeitar as áreas de observação.
  2. Respeito dos limites de aproximação em embarcações – deve ser desligado os motores a 100 metros (328 pés) ou menos.
  3. Nunca avançar apressadamente para as baleias.
  4. Nunca fazer a abordagem às baleias por trás.
  5. Nunca interceptar o caminho de uma baleia.
  6. Mantenha distância das baleias, em uma corrida paralela à sua.
  7. Não separe grupos de baleias, ou baleias mães das suas crias.
  8. Não ligue os motores do barco, se você não pode ver as baleias claramente na superfície.
  9. Não faça ruídos desnecessários ou jogue objetos na água.
  10. Não fique perto das baleias por mais de 30 minutos.
  11. Nunca nadar para as baleias.

Cidades e praias dentro da APA da Baleia Franca:

Algumas das principais cidades e praias do Brasil estão localizadas dentro da área de proteção ambiental da Baleia Franca Austral, que vai da ponta sul da Ilha de Santa Catarina, onde Florianópolis está localizado, a Rincão, uma praia ao sul de Jaguaruna – cidade conhecida pelas dunas e sandbording. Veja outros lugares altamente turísticos – de norte a sul:

  • Ilha do Papagaio, uma ilha privada que se tornou num resort
  • Garopaba, um destino de surf famoso
  • Praia do Rosa, município de Imbituba, uma das mais belas baías do mundo
  • Imbituba, ecoturismo, esportes náuticos e a Meca de observação de baleias
  • Laguna, cidade histórica, um grande destino de Verão e lar de uma das melhores festas de Carnaval no Brasil.

Comentários
  1. says

    OBSERVAÇÃO DE BALEIAS EM IMBITUBA

    AGTA- Associação de Guias da APA

    Julio Cesar Vicente

    Email: jcvtur[at]hotmail.com

    Fone:(48) 9977-6352 – 9948-2224

    Reservas: roteiro.sul[at]hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *