Principais Atrações do Rio de Janeiro – Parte 3

Cristo Redentor Rio de JaneiroSe ainda não leu, leia primeiro:

Saiba quais são as principais atrações da zona sul do Rio de Janeiro:

Zona Sul

Forte de Copacabana – Este lugar é simplesmente maciço. Construído antes da Guerra Mundial, o Forte de Copacabana possui paredes exteriores de concreto reforçado com 12m de espessura, e um monstruoso canhão de 305mm que pode disparar até 23 km de distância, no mar. www.fortedecopacabana.com

Forte do Leme – Este é um dos segredos mais bem guardados do Rio de Janeiro. No topo da rocha de granito de 183m você tem uma visão de 360 graus sobre Copacabana e Baía de Guanabara. O portão principal está voltado para a parte de trás da praça no final da praia do Leme. Uma vez dentro, você faz seu caminho por uma estrada, que serpenteia em torno do morro. É uma caminhada de 20 minutos através da floresta exuberante até ao topo, onde você será recompensado com uma esplêndida vista. Dica: Leve um lanche e faça um piquenique lá no topo.

Corcovado – É uma das sete novas Maravilhas do Mundo. A visão sobre o Rio de Janeiro a partir dos pés do Cristo Redentor, é espetacular: as montanhas, a baía e a cidade toda a seus pés. O acesso aconselhado é através de trem. www.corcovado.com.br

Outros Locais

Feira de São Cristóvão – Aqui você pode comprar, comer e se divertir. O reduto oferece comida típica, artesanato, folclore e forró. www.feiradesaocristovao.org.br

Ilha de Paquetá – Para um dia de viagem à moda antiga visite a ilha de Paquetá na Baía de Guanabara, um destino favorito desde 1800, quando o Imperador D. João VI começou a passar seus verões na ilha. De certa forma não mudou muito. Não são permitidos carros em Paquetá. Os visitantes se deslocam sobre a ilha em bicicletas alugadas ou em carruagens puxadas a cavalo. A atração da ilha não está em nenhum ponto especial, mas sim no conjunto de seu ritmo calmo, ruas pavimentadas, praias, antigas casas de veraneio e uma vista maravilhosa da baía. Muitos visitantes param por um peixe fresco cozido em um dos numerosos quiosques à beira-mar, mas existem alguns restaurantes espalhados pela ilha, todos são aceitáveis. www.ilhadepaqueta.com.br

Jardim Zoológico – Embora não seja grande, o zoológico é arborizado e agradável. Tem cerca de 2.000 espécies diferentes, sendo a maioria delas brasileiras. É particularmente bom para ver aves. Há tucanos, araras e outras espécies tropicais coloridas. A zona dos répteis e primatas também é muito boa. www.rio.rj.gov.br

Museu Casa do Pontal – O museu tem uma subtil e intrigante coleção de mais de 5.000 peças recolhidas pelo designer francês Jacques Van de Beuque. O encanto da coleção reside na beleza do seu retrato ingênuo da vida rural tradicional brasileira. As milhares de esculturas de barro, em madeira e metal, retratam festivais religiosos e de música, assim como também rotinas de fazenda e família. www.museucasadopontal.com.br

Museu de Arte Contemporânea (Niterói) – Este projeto de Oscar Niemeyer tem feito por esta cidade dormitória o que Guggenheim de Gehry fez para Bilbao, Espanha: colocá-lo no mapa (pelo menos no Brasil). O museu conta com uma seleção de arte contemporânea brasileira em constante mutação, mas não se pode deixar de pensar que a principal atração é o próprio prédio. www.macniteroi.com.br

Museu nacional (Quinta da Boavista) – Este bonito palácio que foi uma vez o lar da família real do Brasil é agora o lar de uma vasta e variada coleção de muitos itens que foram originalmente adquiridos pelo imperador Dom Pedro II e a Imperatriz Teresa. Uma ala grande é dedicada à cultura brasileira  e contém trajes regionais, armas e máscaras de
tribos indígenas, chicotes e selas de vaqueiros do interior, e muito mais. Os extensos jardins do palácio são um destino popular para o final de semana com as crianças. www.museunacional.ufrj.br

Parte 1Parte 2 – Parte3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *